quinta-feira, 14 de maio de 2015

Uma pena da asa do poeta







"Passei anos me procurando
 por lugares nenhuns
Até que não me achei
_ e fui salvo."


do inesquecível Manoel de Barros




*

Nenhum comentário: