sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Nas nuvens

.
 
 
Então o amor chega. E nos agarra pelas ancas, e nos arranca do chão. É uma explosão.  Tudo muda. Outros sons. Novas cores. Acrescidos somos de percepção. Uma outra.  Abre-se uma nova sintonia, mais fina, mais linda do que se poderia supor nos nossos sonhos de um amor. Alcança-se as nuvens. Não há mais caminhos. Você já chegou! Este é o lugar, e ele se chama amor. Qualquer tarde é eternidade. Qualquer noite é céu estrelado. Qualquer bom-dia é canção. Qualquer evento é condição. E como bate o coração... Você conjuga alegria, prazer e o mais puro desejo de estar vivo. E ativo ,tudo ao mesmo tempo, livre de compromisso, solto como um cata-vento.
É um estado divino. Cabelos ao vento, quem vai lembrar de  documento quando o momento está protegido pelo amor? Viramos imortais, deixa pra lá os teus sais, agora somos iguais, e o tempo que se dane, a gente quer é que o amor se esparrame pelos ares, por todos os lares, enquanto a gente voa muito leve, muito estranho, tudo que quero é que o amor nos acompanhe, e, por favor, não reclame, se eu parecer uma poeta infame, que delira o amor em versos que parecem entrar em pane, o amor ainda vai se esparramar, se multiplicar e te acertar, em cheio, numa noite de Janeiro, quem sabe Fevereiro?, ou numa destas noites insones, e tudo vai parecer tão perfeitamente razoável,  meio sem lógica, eu sei, mas quer saber?  que se dane, hoje eu só quero saber das asas, e me soltar nos braços desse amor que eu nem sei se existe, mas que não desiste, e já cansou de ser triste e hoje vai voar. Pode apostar!
 
 
 
 
*

6 comentários:

Lianto disse...

Que beleza hein !!!


feliz dois mil e quinze !!
A hora de nos esbarrarmos com algo muito bom, e estarmos prontos , atentos, aptos à receber esse algo bom. Ir além de desejar, estar de fato ligado ao fio prata do nosso ideal de existência. Um Amor?...
O romantismo é banal.
O romantismo é normal.
O romantismo é carnal. Tampouco afetivo e emocional. Sugere às sensações, os delírios de um corpo que dança em noites com sol e lua.Estrelas se fragmentam perante ao mistério do céu infindo.Nada se corrompe ao Amor.Dá ao Amor o amor que se recolhe ao frio inverno sustentado com seu nervo na fibra quente do coração.Esse que em transe alucinado com os delírios na cabeça de quem é capaz de suportar o absurdo de viver pelo amor.Em primaveras,floresce e perfuma.E aqueçe com o doce frescor de uma suave brisa.Em encantos e maravilhas,verdade e fantasia,tristeza e alegria. A dor que arde ao peito do jeito de fazer com que se abra ao peito para abrigar tudo que possa encontrar.
O amor não é dado a rotinas. E nem a doutrinas,tampouco fundamentos. Sem razões e fins.No instante que habita o infindo mar da vida que nos tira do lugar.O impulso de querer a vida. E nos tira o medo da morte.Acompanha a eternidade.Com o salto para se jogar e lançar tudo que é capaz. Seja para confrontar o que nos permite ter a paz.
Beijoooo

ticoético disse...

Inspiradora de bons sentimentos,você é,até quando não declara uma alegria euforicamente explícita,tal essa que aí está,cê me faz refletir...mas vem cá!
Sem desconfiar de felicidade espontânea-divertida sem ajuda de botânica diversa ou de antidepressivos,tenho a leve idéia de que está apaixonantemente apaixonada...só acho,sabe!??
Sobre sua visita...muito obrigado por teus ditos fabulosos,foi um dos votos mais generosamente criativos e sinceros de ano novo,por favor entenda,que recebi.
Foi bonito o que escreveu :"a graça da vida,vem destes momentos onde nos damos ao outro" ...tão singeloso,enfim,um delicioso verão com bastante paixão também pra ti.

Abraço!

ticoético disse...

Inspiradora de bons sentimentos,você é,até quando não declara uma alegria euforicamente explícita,tal essa que aí está,cê me faz refletir...mas vem cá!
Sem desconfiar de felicidade espontânea-divertida sem ajuda de botânica diversa ou de antidepressivos,tenho a leve idéia de que está apaixonantemente apaixonada...só acho,sabe!??
Sobre sua visita...muito obrigado por teus ditos fabulosos,foi um dos votos mais generosamente criativos e sinceros de ano novo,por favor entenda,que recebi.
Foi bonito o que escreveu :"a graça da vida,vem destes momentos onde nos damos ao outro" ...tão singeloso,enfim,um delicioso verão com bastante paixão também pra ti.

Abraço!

Simone Lima disse...

Quando o amor chega, nossas certezas viram pó, pelo simples fato de não mandarmos mais em nós mesmos como antes. parece que o coração se vê preparado pra decidir sozinho.

Gostei muito daqui. cheio das delicadezas *-*

Beijoo'o
flores-na-cabeca.blogspot.com

Mara Melinni disse...

Que o amor nos faça voar além do infinito... Lindas palavras! Bjinhosss e tudo de bom!! :)

Be Lins disse...

O que nos permite ter a paz!