sábado, 16 de agosto de 2014

Esquece

.


Viver. Sobreviver. Sonhar. Flanar. Às vezes, viver entorpece.
Às vezes, só-breve-viver, enlouquece.

_ O que é essa ânsia de além viver que não cede? Que por vezes,
parece que cresce?

Alegre-se, diz alguma voz interna.
Mas por que, ás vezes, a gente se entristece,
como quem tece uma rede que não protege?

Anjos apartados, caídos do nada, asas aparadas, quem sabe um dia a gente se encontra,
por outras paragens.


*

5 comentários:

Wendel Valadares disse...

Quem sabe...?

Be, que lindo.
Eu adoro seu blog. Embora não me manifeste, sempre passo por aqui pra encher a minha alma de afeto e colher uma estrela nova.

Tantão de beijos pra você.

Wendel

fjunior disse...

Gosto muito da vida. Não sou acredito que existam muitas para se viver. Quase certo que seja só esta e, invariavelmente, a acho bem pouca. No fundo, no fundo, queria ter várias vidas, no mínimo sete, como os gatos. E gosto da vida, do viver, com todas as delícias e dores que a vida nos oferece. Acho que a tristeza faz parte da felicidade. Só é feliz quem já chorou, quem já perdeu, quem já foi rejeitado, quem já amou e depois perdeu, quem amou perdeu e recomeçou. Acho que o melhor da vida são todas estas texturas que a gente sempre pode provar, seja para o bem ou para o mal.

A primeira estrela disse...

Elis Regina cantava "viver, é melhor que sonhar, eu sei que o amor é uma coisa boa", essa daí sabia das coisas, viu?

A gente precisa ser forte.

=*

Lianto Segreto disse...

Simplesmente, a proteção que tenho é a força do meu pulso,esse que corta ao dia que bate ao acordar e deitar,
sonhar e despertar.

Tudo é possivel,Be!

[ Experiências do pensamento ] disse...

http://www.100orpheu.com/inscricao




Olha a minha possibilidade !