terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

SIM

.

Então que sejam teus olhos as flores do meu dia.
Porque se não tens as palavras,
aceito teus silêncios, doces
Porque se não tens os abraços,
aceito tuas distâncias, perdidas
Porque se não tens os gestos
aceito a tua falta de sentido,

Aceito o que tens em teu jardim. Nem todas as flores do mundo falariam mais do teu amor
do que o buquê de sentimentos que vejo em teus olhos, acervo secreto, que me deixas olhar, de perto, não sem dor, por certo,

enfim, se é assim o teu jardim. De amor. Por mim. Eu aceito. Esteja certo que eu aceito sim...


*

Um comentário:

Quintal de afetos disse...

Be, eu também aceito.

E regenero o verbo de verso em verso como quem colhe jardins inteiros nas mãos.

Lindeza perfumada isso aqui.
Beijo na alma,

Samara Bassi