quinta-feira, 20 de junho de 2013

Corações

.

A poesia pode ser tão simples
quanto uma chave que perdeu-se da sua porta:

_  dispensada do peso de ser útil, vira uma chave qualquer
mas ainda assim, com o poder que lhe foi concedido,
o poder de abrir portas.


*


5 comentários:

Anônimo disse...

vc é demaissss!!

Anônimo disse...

vc é demais!!!

Be Lins disse...

Muito grata, caro Anônimo!

Como sua identidade está omitida, imaginarei ser você uma pessoa que eu conheci, e que usava as exclamações assim, juntinhas (!!!),
e dizer que sinto saudades.

Beijo

Uma canção pra você viver mais disse...

Be, que metaforização mais linda, mais bonita, mais leve.

Pois é diante da leveza mesmo que abrimos portas, que despimos das vestes pesadas, o nosso corpo de pássaro - livre.

Beijo na alma,
Sam

Be Lins disse...

Pássaro livre também é uma forma bonita de metaforizar a alma em seu estado mais livre.

Outro beijo, Sam!