domingo, 26 de maio de 2013

Sopro

.


Admirável é o intenso,
fogo que arde contínuo, calmo
um tanto frágil quando pede o sopro, risco
que é pra atiçá-lo
mas pode apagá-lo,
o cultivo de uma existência tem que arder intenso
sem o sopro atento e exato, as ardências se perdem

e oque aquece
faz que permanece
chama, que no instante ausente, resiste mas acaba
que se apaga
e fim


*

Um comentário:

thiê disse...

regozijo diário...