sábado, 16 de fevereiro de 2013

Palavra ou doce, freguesia?!...

.

Parei na doceria pra comprar um doce.
O doceiro trouxe-me um sorriso e o doce:
_ tá fresquinho!

Tão feliz tava aquele homem com seu doce fresquinho na mão,
orgulhoso de sua obra, tendo-me à sua frente para confirmar.
Respondo:
_ Vê-se logo que estão fresquinhos. Me veja logo seis desses
e seis do outro que alegria assim a gente tem que levar pra casa
pra fazer surpresa pros queridos...

Sorriu-me até o seu avental dele, todo marcado de farinha.


_ Quantos milagres podem conter as mãos!


*

5 comentários:

Relicário disse...

Palavras doces, refrescam a alma ;)

Beijo na alma, lindeza!
Sam

Jason Jr. disse...

:) :) :)

vanessa disse...

É dessas conta-gotas diários de alegria que a gente precisa. Ando precisada também. Limpando, limpando, limpando o que ficou para trás. Crescer por dentro é macio, não sei porque a gente não descobriu isso antes.

Ai Be, eu queria tanto estar perto de verdade...!

Beijo e um dia de alegrias.

.

Cati Barros disse...

Simplesmente doce!!!

:)

Aurora disse...

Que lindo, doce e alegre!
Beijos.