sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Coração de Feijão


.

Acho de péssimo tom classificar as pessoas para o mal. Gente não é feijão que a gente escolhe e joga fora os grãos ruins. Gente é coração. Toda gente. E coração também não é feijão pra gente escolher por qualidade de grãos. Todo mundo atravessa fases. Fases ótimas, e seremos os otimistas. Fases péssimas, e seremos os pessimistas? Ninguém é uma coisa ou outra exclusivamente. Seremos sempre as nossas circunstâncias , e circunstâncias serão sempre as mais variadas. Teremos inclusive tons de cinza e nestas nuances, lógicas que podem salvar. Até o céu, que é aquela coisa tão plácida, tem seus dias cinzentos e deles vem a chuva, que é linda e alegra os corações pessimistas, os corações otimistas, os tico-tico-no-fubá e toda gente que só quer mesmo é saber oque é amar.

Seja como for, é bom reforçar:
_  gente não é feijão pra selecionar,
se bem que até  os coitadinhos dos grãos de feijão vencidos dá pena de jogar.


*

Um comentário:

Cati Barros disse...


Lembrei de minha infância... mainha dava um punhadinho de feijão pra gente catar (selecionar)...

Me passou tanta coisa pela cabeça agora... compreensão, empatia, resiliência, perdão...

E reafirmo: como é bom ler Be Lins!