segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Oras, pois!

.

Então, a gente tem medo da solidão porque pensa que a solidão é um troço triste.
Aí, a gente sai pra vida pra encontrar com gente que entre todo tipo de gente tem
uma certa satisfação de fazer uso das palavras e das atitudes para entristecer.
Dá pra crer num troço deste?... gente que tem prazer de entristecer ou outros.
Em nome do quê? Vá saber! Você tem gente porperto mas não vê a hora de
voltar para casa pra ficar sozinho no sacro-santo aconchego do seu lar.
Volta triste, e constata que a tristeza que certas convivências causam é muitas
vezes pior do que a tristeza advinda da solidão.

Trocando em miúdos:
você sai pra não ficar triste e no entanto volta triste por perceber que as pessoas
estão prontas pra enfiar os dedos nas suas feridas, falhas e deslizes.
E oque você descobre?

_ Descobre que quem menos machuca nessa história toda é justamente a SOLIDÃO.

Faz sentido?

[ mil vezes os conselhos dos passarinhos]


*

3 comentários:

Fred Goulart disse...

Muitas coisas não tem sentido, outras só tem quando a vivemos, mas não queremos viver a solidão, é claro!
Gostei do blog.
:D

Mais tarde de uma passadinha em Muchas Coisas:
http://muchascoisas.blogspot.com.br/

Leo disse...

"Estou sozinho, estás sozinha.
Mas pode, a solidão, ser uma chama!"

E das coisas sem sentido lembrei-me de Benedetti.

beijo, Be!

...Sinhá Rainha... disse...

mil vezes os conselhos dos passarinhos... sim.

A quem tem boa vontade de deitar se com ela a solidão muito ensina.

Beijo Be lins...