segunda-feira, 10 de setembro de 2012

NENHUMA

.


Eu penso que as pessoas andam muito cruéis umas com as outras.
Não!, eu não me refiro às atrocidades, às violências, à loucura humana patológica.

Eu me refiro às simples relações de cotidiano, às redes sociais, ao ódio pelo prazer do ódio.
Gente!, uma pessoa não precisa dizer, escrever ou ser O QUE VOCÊ QUER...

Me responde:
_ que graça teria o mundo se todos fossem iguais à você?


*

Nenhum comentário: