segunda-feira, 10 de setembro de 2012

É mais que "te amo"...

.

Quando eu digo que eu te amo, eu não estou falando tudo. Fica faltando um mundo de coisas a serem ditas. Por exemplo: você entende que quando eu digo eu te amo, eu estou dizendo que você faz o sentido da palavra amor existir pra mim? Quero dizer: oque eu conheço do amor, eu conheço por você. Através de você. A partir de você. Eu poderia passar pelo mundo sem saber, e seria um mundo diferente. Seria um mundo comum. Um mundo de coisas inúteis. Você abriu o mundo para o meu espírito. Você abriu as janelas das percepções mais delicadas pra mim. Através de você eu conheci as mil cores do céu, o sabor das chuvas e o movimento das estrelas. Por sua causa eu descobri as palavras e fiz delas cúmplices do meu amor. Fica claro pra você que nada mais é igual depois de você? Dizer 'eu te amo' te faz perceber que você é uma espécie de luz pra mim? Você acende tudo ao meu redor. E em mim. E pra mim. Saber que você existe faz tudo parecer inédito: o gosto do café, a textura de um lençol, o gosto de lágrima, o comprimento das ruas, o movimento das horas. Eu passei a gostar mais de tudo que existe por que tudo que existe me lembra você. Uma pimenta no vaso, o barulho do trânsito, os bancos dos parques, os primeiros raios do sol, as marés, a lua. Ah, as noites de lua! Eu te amo te explica oque eu sinto nas noites das nossas luas cheias de promessas? Eu queria dizer que amar você é conjugar tudo ao mesmo tempo. São todos os perfumes, são todas as horas, são todos os sabores, e são também os receios, os temores, e os meus tremores por ti. Quando eu digo que te amo você consegue captar que é o meu corpo que também o está dizendo? Cada pedaço  meu quer existir pra encostar em você. Pra desfrutar da corrente mágica que o teu toque acrescenta nas minhas pulsações de existência. Quando eu corro, eu te amo. Quando eu como, eu te amo. Quando eu penso, eu te amo. Quando eu rezo, eu te amo. Quando eu respiro, eu te amo cada vez mais.  Você precisa saber que em cada palavra que eu digo eu  quero dizer que eu te amo. Se eu te chamo pra um café, é amor. Se eu te telefono no meio do dia pra não te dizer nada, é amor. Se eu  chamo o teu nome, é  amor. Se eu choro, se eu grito, se eu quero, se eu posso, se eu vou, e até se eu decido ficar, é do meu amor que eu quero falar. Eu não sei dizer que te amo assim, bonito, como nas histórias de amor, mas saiba que se eu tento, se eu busco, se eu sempre quero mais, tudo que eu faço tem a ver com te amar.


[lembre-se disso quando eu te chamar pra um café!...]


*

Um comentário:

JasonJr. disse...

ou um caldo de cana, ou um suco de milho ao até mesmo água!!!!! :D :D :D