domingo, 26 de agosto de 2012

Retoques



Coisas que não vão nunca precisar de retoque: as cerejas, as amoras,  os morangos, as framboesas e todas as frutas vermelhas. Estejam elas maduras ou não. Também são as frutas amarelas, as  laranjas e todas as cores do que brota do chão. Assim como o céu que é azul. E o céu de qualquer cor que será sempre irretocável. As estrelas, brilhantes sem retoque, ornamentos de perfeição. Irretocável é a beleza da chuva, assim como a da  neve branquinha e os raios de sol. Irretocável seja a energia vinda dos raios de sol.  Nada de retoques nos sorrisos nas crianças,  especialmente quando em estado de banguelas. Nenhum sorriso seja passível de retoque sob pena de alterar-lhe a expressão. Também os olhos sejam à prova de qualquer retocação. As mãos, os braços e os corpos também não, corpos que são templos acima de profanação. O fundo das almas não precisam que lhes toque, nelas reside a fonte de  vida que não conhece retoque. Irretocáveis sejam os beijos de amor verdadeiro, sejam os casamentos, e os sentimentos que contenham em si a pureza dos ventos que não se tocam. Nenhum retoque se faça às primeiras luzes de uma manhã, e sobretudo às noites que abrigam amantes. Que amar não seja coisa à se retocar. Seja o amor irretocável quando acrescido de paixão, verdade e tesão. Que os prazeres elegantes mantenham-se irretocáveis, e além disso, sejam multiplicados, ensinados e abraçados por seres de caráter irretocável. Irretocável seja o perdão, o amor de irmão e aquela eterna tarde de verão. Irretocável seja a emoção de um momento de oração e toda nobreza de um grande coração. Irretocável seja tudo que é amável, adorável e desejável.

E para as coisas que precisam de retoque que tenhamos uma paciência original, à prova de desculpas, julgamentos e mãos prontas para retoques. Que a vida seja vista como dádiva e que para os casos e acasos equivocados tenhamos retoques de poder irretocável, aqueles que só fazem uso dos poderes transformadores do amor. Cabe somente á vida o poder da transformação.


*

7 comentários:

camila disse...

oi! conheci seus textos através do blog da maria filó. queria dizer parabéns! eu que tb transbordo amor, sempre reacendo minha doçura lendo suas palavras carinhosas. leitura simples e muito repleta. que seus olhos continuem assim macios, assim felizes. beijos!

camila disse...

oi! conheci seus textos através do blog da maria filó. queria dizer parabéns! eu que tb transbordo amor, sempre reacendo minha doçura lendo suas palavras carinhosas. leitura simples e muito repleta. que seus olhos continuem assim macios, assim felizes. beijos!

Patrícia N. Silva disse...

Adorei :)
Irretocável seu texto...
Beijo

Cris disse...

Irretocável é o seu blog! A-do-ro!!!

A primeira estrela disse...

Que seja apenas as coisas boas irretocáveis, do resto a gente cuida.

Be Lins disse...

Bom Dia, Meninas!

muito grata por vocês deixarem carinhos assim, sempre irretocáveis.

Adoro!

Beijos

Tallita Monteiro disse...

Oiii flor, amei a deliciadeza e doçura de cada palavra, envolvida com uma doce gentileza de paciencia e tolerância!!! Nada como o retoque do amor para aperfeiçoar as coisas!



Bjussss!!!