segunda-feira, 23 de julho de 2012

"Eu não caibo mais nas roupas que eu cabia"

.


Então é o seguinte: vai chegar o dia em que você vai descer ladeira abaixo. Você vai dar mancadas, cometer gafes, tropeçar na barra da saia, dizer oque não devia, perder o foco, perder o jeito, você se verá em retrospecto e se perguntará :
_ Cadê eu? Onde eu fui parar? Onde foram parar minha concentração e capacidade?

É um susto. Não há resposta. Há um desreconhecer. Ninguém se prepara para os erros. Para os vexames. Para os fracassos. Para oque o tempo vai fazendo com a gente. Reina a ilusão de que sempre será melhor. Não é assim. Existe o limite. O ponto que dali não se passa. A natureza nos dá asas até chegarmos ao ilusório ápice de nós mesmos. Mas depois tem o descida. É simplesmente, humano. E não é bom.

Acho um pena. E tenho dito!


Título emprestado da canção dos Titãs:
"eu não encho mais a casa de alegria..."


*


Nenhum comentário: