sexta-feira, 2 de março de 2012

Meu nome é Maria






Meu nome é Maria e eu sou feita de mar. Meu elemento é água. Meu gosto é de sal. Atravesso alterações feito marés. Sei ser lenta e acalantadora como sei ser furiosa e invasora, humores de mar. Meu cheiro é maresia. Tenho conchas nos cabelos e no vestido. Branco e longuíssimo feito de areias do mar. Fico bem de verde, assim como todo verde soma-se bem na paisagem de mar. Gosto de azul e minha pedra é a esmeralda. A cor dos olhos de dentro do grande mar. Azul meio verde. Azul que é de céu. Olho o tempo todo pro céu que é caminho do mar. Digo Boa-noite às estrelas mas tenho ciúmes por saber que é com elas que ele vai se deitar. Fico mais louca na lua cheia, loucura que avança pelo alto mar. Vertigens me habitam como os peixes que nadam em seus interiores de mar. Sou calma quando é o mar quem vem me acalmar. Não sou inspiradora, mas no mar respiro a essência das inspirações. Quando chove invade-me a melancolia, chuva que faz do mar um manto de cinza saudoso de seu par. Quando faz sol, oscilo, oscilação que é o teu movimento e caminhar. A quem você não faz sorrir, mar? Não sou boa de sorrisos, mas descobri que posso sorrir calada sem nada falar. O mar ensina. Eu aprendo devagar. Tento. Todo caminho que eu traço, é caminho pros braços do mar. Se balanço, é por medo de não te alcançar. Eu tenho um laço bem dado com esse gigante que é mar, e é pra lá que eu sigo, porque como eu, só ele sabe esperar. Meu nome é Maria e sou feita de mar, é nas tuas águas profundas que me sinto capaz de amar.



*

2 comentários:

Cibele disse...

Lindo! Me vi no seu texto :)
Bjs Be.

Carol Timm disse...

Roubeu essa sua foto e todos querem saber onde fica esse lugar...

Bem, embora já tenha estado lá várias vezes nem imagino onde seja.

Bjs,
Carol