sábado, 24 de setembro de 2011

EmbarcAção

.

A palidez
de um mar de amor


faltou sol, som
faltou cor, dom
faltou eu com você
faltou você em mim

perdemos
os dois

a hora
de embarcar
[encarar]

o amor

.
.
.

5 comentários:

Eliete disse...

Be, você é DEMAIS! bjs

[ Experiências do pensamento ] disse...

Nada está perdido.Tudo pode começar. Ainda que o passo é dado,vamos navegar?

Be Lins disse...

Eliete,
brigada, amiga,
você é um amor.

....................

Lianto,
o que me liga a você
é o seu otimismo de maresia,
inebriante.

Beijos

thiê disse...

nossa bê, eu não tinha lido essa poesia até ver seu comentário lá, arrepiei. obrigado pelas palavras, meu bem, você sabe que sua opinião é importante pra mim. e você, como sempre, suave demais pra ser alcançada... sua delicadeza encanta. um beijo.

Alexandre Spinelli disse...

Nossa... quanto tempo sem vir aqui. Como sempre, uma boa supresa, uma beleza que encanta...
As vezes, uma dor por ter perdido a hora de encarar o mar. Bom que ele ainda esta' por aqui.
Beijo, Be!