sábado, 20 de agosto de 2011

E quem não quer ser bela?









A beleza a r r e b a t a .



De todos os predicatos, ser bela seria o primeiro escolhido por toda mulher. Ser bela, sentir-bela, ver-se bela nos olhos de quem a vê, perceber-se bela mesmo sendo tão ampla a gama do que é ser belo. Não, eu não me refiro a beleza interior, refiro-me estritamente a beleza física. Um belo rosto, traços que se combinam, um corpo leve, harmonioso, desejável, e aí sim, um interior que comande esse conjunto nos caminhos da admiração. Ninguém resiste à beleza. Todos os olhos se voltam ao belo. Pode-se dizer tudo à uma mulher em termos de elogio mas, para que ela saia saltitante de feliz, comente seu cabelo, seu olhar, que está mais magra, que está bonita e então você verá uma pessoa feliz. Nas minhas palavras isso pode soar um pouco fútil, mas foi Clarice Lispector quem disse em uma entrevista mais ou menos assim:



_ Prefiro que admirem minha beleza a receber elogios sobre minha inteligência...



Foi quando ela já não contava mais com o frescor dos trinta e poucos anos, quando a beleza começa a se esvair e a adquirir uma forma complicada que olhos de imediato não percebem. Perde-se a conotação. Perde-se a capacidade de despertar o instinto de um homem, por exemplo. Clarice Lispector foi muito conhecida por sua beleza e capacidade de sedução, um par de qualidades invejável. Ser bela e ser interiormente interessante. Pode-se seduzir só com as palavras? Talvez. Ou talvez seja o caso de perguntar isso à um homem. Ou observá-los sem rodeios ou ideologias, mas de forma realista. A vida como ela é...



Claro que a necessidade de sentir-se belo é coisa de todo ser humano, mas na mulher isso é meio como fome, ou sede, ou saber-se viva, e, não creio que isso tenha como ser apontado como certo ou errado mas simplesmente como coisas da vida. Talvez existam mulheres que não se importem, talvez mintam para si mesmas que não se importam, seja como for, existem mulheres que se importam, mulheres como eu. Como Clarice. Como Maria, Isabela, como Carolina que, se pudessem sabotariam o relógio da vida e o lápis que desenhou suas linhas. Ao tempo, dariam mais tempo. Às linhas mais harmonia e uma beleza cósmica só comparável ao brilho das estrelas.


[O que você fala com seu espelho?... sobre a teoria da relatividade?]



*

8 comentários:

Monalisa Macêdo. disse...

É bem verdade!
No fundo, no fundo toda mulher quer ser bela. Não que a gente não goste de ser reconhecida pela inteligência, pelo interior, mas é bom pra auto-estima. Afinal é nossa cartão de visita.
quem não nos conhece totalmente só vê o que está de fora.

JasonJr. disse...

Eu acho os olhos da Clarisse lindos! Parecem de uma gata ciamesa. :D Belesza rem daquelas coisas, o que pra um não é pra outro né mas que existe várias formas existe! ;)

Be Lins disse...

* não se trata das formas que a beleza tem, nem de autoestima mas do desejo de ter beleza seja lá em que forma for, e ser amada pelo oque se é por fora pq faz parte pura e simplesmente.

*

Adriana ♣* disse...

É... o tempo é o melhor e o pior inimigo... principalmente para a mulher e seus hormônios.

E a questão é mesmo essa: 'ser amada pelo o que se é por fora porque faz parte pura e simplesmente.'

No 'auge' da mulher amar por fora é fácil!

A coisa muda de figura quando o tempo passa... e o 'auge' vai embora...

Mara Melinni disse...

A beleza guarda um encanto único. Quando não estou em um bom dia, eu confesso que me olho no espelho e digo p/ mim: "-Vamos lá, garota, hora de ficar mais bonita para ganhar o dia!" E dá certo... tudo flui. E até aquela beleza interior sai de mansinho, dando um toque de brilho aos meus olhos.

Bjo! Linda semana! ^^

Kamylla disse...

Amei seu cantinho!!!
Já estou te seguindo!
Adoraria te ver no meu tbm
www.cronicasdeanjos.blogspot.com
bjs flor

Minnie_ disse...

Todo ser humano é um desejo de verdade, de justiça e de beleza infinitas. Acho que a natureza construiu essa ideia de beleza feminina, que é implantada na cabeça da gente desde pequena. É assim com os homens tmb, essa coisa de ser justo e forte. Você está toda certa, quem não procura a beleza quando se olha no espelho? Eu procuro.
Mas se essa busca fosse tão somente por beleza física, não seria tão humana. As mulheres mais bonitas que eu conheço são belas não pela harmonia de traços e corpo, mas pq transparecem na aparência a grandeza da alma que possuem.
Que Clarissa me perdoe, se o belo não remete a uma inteligência não há Beleza, e se a esperteza não emana beleza, não há Inteligência.
Acho que a Adélia Prado tem um pensamento perfeito quanto a isso:
"Deus é mais belo que eu.
E não é jovem.
Isto sim, é consolo."

Sério, adorei o post!
Beijos!

JasonJr. disse...

Minha querida, escolhe um "fragmento" de pensantimento (mais bonito né) pra mim postar numa carta? Mandei tres pessoas escolherem ai esscolho um e posto amanhã.
Beijocas!!!