segunda-feira, 14 de março de 2011

ROOTS


Na verdade, existe um ANTÍDOTO
para toda a agressividade:

Fazer do Amor, norte e sul, leste e oeste,
crê-lo como a única direção a seguir...

Não o abstrato amor romântico/platônico
que faz parecer o amor algum tipo de resíduo
mas aquele que está ENRAIZADO
incondicionalmente, dentro de você...

[quer você queira, quer não]


*

4 comentários:

Michele disse...

O amor, aquele que está dentro de nós, impresso na alma, torna-se mesmo nosso rumo, nossa meta, nosso direcionamento na vida. Incondicionalmente. Invariavelmente. :)

Beijinhos, Be!

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Santa mãe de Deus - recitei.

Onde estão meus comprimidos de codeína? No mínimo precisaria de dois ou três para me anestesiar do estrago que me fez esse poema.

Bê, você tem uma direita perfeita, já te falei?


Te abraço com amor.

Be Lins disse...

Não creio tratar-se da um golpe certeiro essas palavras simples, cara Pipa,

não foram minhas mãos, nem minha razão, mas meu coração quem as sentiu, e redigiu.

Sinta-se abraçada de igual forma.

Be

bruno. Silva disse...

Foda (: