domingo, 23 de janeiro de 2011

Eu sou poeira


Pra que se preocupar, afinal?
Que importância tudo isso tem?
Quem é quem pra apontar?
Palavras são só um amontoado de intenções
que podem mudar no próximo segundo
[independentemente]
A gente não passa de um sopro de distração
do Destino que nos arrasta feito POEIRA.
O resto é presunção.
*

Nenhum comentário: