domingo, 22 de agosto de 2010

DAS VOLTAS

Mesmo quando tudo parece definitivo,
ainda assim o inusitado pode acontecer.

Pode ser, por exemplo, que aquelas luzes tardias
estivessem acesas como sinal, e que oque eu senti
ao ver as luzes tardias da sua janela vazia tenha flutuado
até você, em ondas, partículas, pequenas formas de vida
tiquetaqueando como batidas de coração a palavra mágica:

SAUDADE

......................


'Das habilidades que o mundo sabe, essa ainda é a que faz melhor:
DAR VOLTAS.

[José Saramago]

*

2 comentários:

j maria castanho disse...

Sonho Aceso no Regresso Ansiado

Poema épico é resistir, é sobreviver
Estar dois dias sem te ver dói fundo
Amarga pior que a saudade milenar
Estica cada célula até ao fim do mundo
Rasga cada milímetro da alma até marear,
E perdido entre fogos na floresta cerrada
Entrar em pânico mal a respiração falte
O chão oscile, a voz de repente acalque.

Poema épico é vencer a solidão depois
Não enlouquecer se me chamas maluco,
Saber que cinco é a soma de três mais dois
Como dois é o um mais um desse cálculo
Em que cada de si é como para mim sois
A foz em delta da língua dita e anunciada
Anunciadora da verdade que na entrega há
Sem perda nenhuma porém muito desejada
Que dizer é amor que o mel da fala verterá
Se sobre o corpo este olhar dedicado seja
Brisa leve e morna se como ternura beija,
Socorro ante repetidas angústias capitosas
Sofrendo ainda a revelada alma das rosas...


Dos miosótis a erguerem-se do verde cálice
Marfim e porcelana de fino traço sob a luz
Sincopado aceno e riso anil da browser jus
Com que meus lábios afloram o teu vértice.

(Etiqueta: Sede Cristalina)
(capitosas, ou que sobem à cabeça, que estonteiam, que embriagam.)

Cari_na disse...

Ah, gostei muito *-*

Beijoi

Ótima semana

fica cm Deus.