terça-feira, 6 de julho de 2010

B O L O


Justificavelmente ou não, ando sem palavras. Sem assunto, na verdade. Penso coisas demais mas, envolvo-me com muito pouco de tudo que penso. Ando na borda dos acontecimentos. Talvez seja receio de molhar os cabelos. E anda tão frio ultimamente. Mesmo com o sol tão perto. O clichê "tão perto e tão distante"talvez seja aplicável para justificar minha disfarçada imobilididade. As pessoas não notam. Não se notam. Passamos uns pelos outros sem saber oquê se passa nos corações. Curioso, não?... Li no Tarot de Osho hoje que não é mal estar atravessando o vazio. Ele diz que o Nada pode conter o Tudo, e que é justamente do Nada que algo maravilhoso pode nascer. Nascer, verbo lindo. Quando nasce o dia, quando nasce o amor, quando nasce o desejo, quando nasce a lua, quando nasce a Vida. Vontade de fazer algo nascer, ou nascer para algo novo. Ah!... movimento, onde estás que não te escuto? Vou fazer um bolo. Fazer nascer um doce. Fazer nascer alguns sorrisos de gulosa satisfação aos queridos que degustarão a guloseima. Fazer nascer algo vivo através do meu empenho amoroso. Para os que por aqui passarem, e de igual forma estiverem sentindo algum vazio, alguma solidão, alguma saudade, alguma inquietação, deixo a receita do bolo. Dizem, ocupar as mãos com algo produtivo é salutar. Bòn Apétit!
.
.
BOLO DE LARANJA
1 laranja com casca, picada e sem sementes
2 ovos inteiros
suco de 1 laranja
1 copo de óleo
4 xícaras de trigo
3 xícaras de açúcar
1 colher de fermento
.
.
No liquidifiador, coloque a laranja, os ovos, o suco da laranja e o copo de óleo, bata por 2 minutos e reserve. Numa tigela, coloque o trigo, o açúcar e o fermento e misture. Junte o creme de laranja reservado e misture tudo até obter uma massa de bolo homogênea. Unte uma forma e polvilhe uma camada fina de açúcar de cristal. Despeje a mistura na forma e leve ao forno a 180 graus por 40 minutos.
.
.
[E comemoremos mais um dia de DESANIVERSÁRIO]

7 comentários:

Anônimo disse...

Para a Binha:

http://www.youtube.com/watch?v=ggGMAEm6wM0

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Plantei um pé de sol.
E promovi o Faraó a pássaro. rs

Vai um pouco de luz aí?

Me chame quando o bolo ficar pronto!

Denise disse...

Pq oferecer amor...........faz movimentar o Universo,neste caso com gosto sumarento da laranja

carinho

Michele disse...

Be, colocar a laranja com casca não deixa o bolo amargo?

UM PS: Você escreve muito bem, mesmo estando sem palavras! :)

Beijocas!

Isaah disse...

nhaaaaa quee lindoo *---------*
estou tee seguindoo :D

um abraçooo :*

Michele disse...

Muito obrigada, Bê! O Feijão e eu agradecemos seus "votos de felicidade eterna"! :)

Peguei a receita e assim que conseguir voltar a cozinhar, faço e te conto o que achei! Por enquanto, não posso nem com o cheiro da cozinha. E se me arrisco no fogão, pego nojo da comida que acabei de fazer e não como nem um grão! rs

Beijinhos!

Paula Wieser disse...

bAmei seu post.Estava simplesmente fuçando coisas na net qdo me deparei com a bela imagem da borboleta. Após um longo e tenebroso tempo resolvi voltar a escrver no meu Blog, enfim, passei pra deixar estas palavrinhas. Adorei suas imagens tb!
:=)
www.paulawieser.blogspot.com