quarta-feira, 19 de maio de 2010

Teimosias e coisas e tal.

.

O Sapo: Deixa eu te ver, vai ...!

A Sapa: Não, não e não!

O Sapo: Mas, porquê, queridinha?

A Sapa: Você quer que eu fale os motivos ÓBVIOS,
ou os motivos "IMBÓVIOS", queridinho?

O Sapo: Você tá impossível hoje!

A Sapa: Você tá impossível sempre!

O Sapo: Chata!

A Sapa: Chato!

O Sapo: Mas, eu te amo, Queridinha.

A Sapa: Te amo, também, mas não tem nada de beijinho!


[ O impasse não foi resolvido, e só restou à eles, coaxar noite adentro,
UM PRA CÁ E OUTRO PRA LÁ.]

*

6 comentários:

Thaís Dantas disse...

HA que fofa essa história dos sapinhos *-*
Te seguindo , bjbj :*

Ellen Azevedo disse...

Ah que legal, tão engraçadinho!
Você coloriu minha noite sabia?

Beijos coloridíssimos ;)

"Miмα disse...

Ai ai aia..
Esse sapos são intransigentes mesmo né?!!


Lindo demais!
Beeeiiijo.

Lianto disse...

Depoiis de que o amor acontece, tudo é permitido até fazer barulho na lagoa !:)

Michele disse...

Quando so sapos não estão numa boa noite, melhor mesmo ficarem cada um em seu brejo!

Mas se houvesse o beijinho, será que ele não viraria príncipe?

Um beijo!

Paty disse...

aiii q fofinho

bjinhus