terça-feira, 4 de maio de 2010

M e t a d e

Dançaram meia música.
Falaram meias palavras.
Disseram meias verdades.

Entre metades, no entanto,
olhando à meiz luz,
meio que pareciam

A metade da metade de cada um.

[inteiros]

*

5 comentários:

Dani disse...

dois inteiros, meio a meio.
ai, ai, ai...

Lianto disse...

Sinceros e verdadeiros
abertos e comovidos
sortidos e encantados.

Denise disse...

ah não sei,
acredito em inteiros compartilhando,ate pq parecer nem sempre é.

mas entendi o poetico que ha nas metades.

afagos inteiros

Grasi disse...

Que lindo :)
Bjão e´ótima noite de quarta!

Eu e Alque disse...

Olá amiga poetisa, cada vez que aqui visito, saio satisfeitíssima com suas palavras e suas encantadas gravuras.

PS: comentei o blog, os textos estou a fazer: Metade (palavras criativas e profunda); Anjos (realmente são belos e imaginar que temos sempre um é magnífico)e cada leitura que aqui fiz enriqueceu meu eu.
Abraço carinho, Cris!