domingo, 21 de março de 2010

POR MIM

As pequenas futilidades. Voto a favor delas. Por muito tempo centrei minha atenção nos perigosos caminhos da paixão. Obsecadamente até. Todo o mais era adjacente pra mim. Ou melhor, complementar. Comprar um vestido novo era para estar mais bonita para ele. Uma agenda grande para marcar momentos com ele, as palavras dele. Um celular mais moderno para ter mais recursos para falar, com ele. Livros que inspirassem o amor. O ser que ocupasse o universo da minha paixão, era o meu sol. Meu tudo. E eu, uma barata tonta procurando agradar sem medidas. Jogo sem recompensa. Nos dias recentes dos meses recentes dessa minha vida, tenho observado uma certa mudança de foco no meu comportamento. Tenho olhado mais para mim. É bem lento o movimento mas, tenho tentado estar apaixonada por mim mesma. Comprar coisas para o meu próprio deleite. Desfrutar da minha companhia. Fazer coisas por mim. POR MIM. O jogo da paixão não tem conseguido me seduzir ultimamente. Causa-me até uma certa repulsa. Não quero perder meus pequenos passos de conquista em direção a mim mesma. Não quero. Hoje, depois de receber uma ligação de um certo alguém que exerce/exercia grande fascínio sobre mim, senti-me estranha. Não ouvi aquele espocar de fogos de artifício costumeiro, nem senti meu corpo flutuar ao ouvir aquela voz que já foi tão especial, e até continua sendo, mas que agora chega apenas até um ponto do meu eu, superfície. É, acho que fechei um pouquinho a porta e as janelas. Não pra sempre, não permanentemente, mas objetivamente por agora. Sim, meu eu quer desfrutar um estado de amor por si mesmo, e qualquer coisa que ameace esse namoro, vai ter que ficar de fora. Pelo menos , por enquanto. Quando eu voltar a abrir as portas, sinto que serei outra pessoa, uma outra vez. E, sinceramente, acho que vou gostar disso.


*


6 comentários:

Serena-Cris disse...

BE*

gostei, gostei muito!

beijokas coloridas, Dona Moça que alegra a minha alma!

=)

Costureira de estrelas. disse...

Nós somos a melhor companhia que podemos nos dar =)
Beijos =*

Verônica disse...

Isso sim é AMOR!
beijos flor

vanessa disse...

E sinceramente, quando a gente gosta mais da gente, os outros gostam muito mais


eu acho que vc vai ser um pouco mais feliz, além de bonita assim...


que seja doce,o novo momento


te beijo, bonita
com todo carinho


=)


.

a primeira estrela disse...

Cazuza já dizia isso quando ele cantou que "por você eu largo tudo,vou mendigar,roubar,matar..."
=) aparece lá no meu céu :*

Michele disse...

Talvez você não tenha ouvido os fogos dessa vez porque está ouvindo mais a si mesma! E é tão bom a gente conseguir se reconhecer e se valorizar assim, Be! Por mais que amemos o outro, ele nunca pode ser maior do que nós! E isso, inevitavelmente, a gente só aprende quando se percebe esquecida num canto adorando o dito amor num pedestal!

Um beijo!