sábado, 9 de janeiro de 2010

VER

Queria muito abrir os olhos um dia desses.
Abrir sem receios. Cansa ter medo, tanto
quanto cansa nada esperar.
Queria abrir os olhos e ver oquê vejo
quando os fecho, e os aperto, lugar para
onde vou e nada espero, tudo alcanço.
Queria abrir os olhos um pouco mais para
as miudezas, e não ter mais olhos para os
enganos, nem para desenganos.
Queria abrir mais ainda os olhos na hora
de fechá-los, e depois do mergulho, trazer
comigo, para fora, tudo que gostaria de ver
de olhos mais abertos.
Ver tudo que o mundo criado pelo Divino
oferece, enxergar os corações por dentro
e depois de ver tanta coisa, fechar os olhos
e simplesmente dormir.

5 comentários:

Lucas disse...

Quando a saudade é temporária e o amor é sadio e correspondido, ela é suportável. Quando não, não é.

Ailma disse...

Também preciso abrir meus olhos. Ultimamente, eles estão frequentemente fechados. Assim é mais fácil sonhar!


Beeeiijos

Sαbrinα disse...

como eeu queriia *-*

Lindo.

Daniela Falcone disse...

também tô precisando abrir os olhos e parar de sonhar com algo que não tenho.

Cristina disse...

Lindo texto... tem horas que bate uma necessidade de fechar os olhos p/ poder enxergar o vai na alma... esse texto me fez isso. Obrigada!