quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Breve Delírio de um Amor Platônico

Ela: Pra mim, você deve ser um E.T., isso sim!
Ele: Por quê?... (entre risos)
Ela: Por causa dos seus super poderes.
Ele: Eu adoro o como você me faz rir.
Ela: (...)
Ele: Linda, se eu fosse um E.T., eu já teria abduzido você faz tempo...
Ela: É o quê você quer fazer, não é?
Ele: É sim, é oque eu quero, e é oque eu VOU fazer. Pode apostar!

[Risadas amorosas]

Ele: Até a noite, no lugar de sempre.
Ela: Mas que lugar?...
Ele: A cabana, amada, o nosso lugar no espaço.


[Suspiros Amorosos e Ciao]

*

9 comentários:

thais motta ~ disse...

dei um suspiro doce aqui .
Leve com brisa o que você escreveu aqui .

ps.: Não sei se já te disse isso , mas eu ADORO o nome do seu blog .

Verônica disse...

Tudo tão leve, tão amavel, parece ser tao real!
Lindo, muito lindo

Pipa. A que sonha. disse...

Me fez lembrar Vander Lee
"Pra ser levada em conta"


"Vem viver corre pra nossa cabana."

Lindo o post


Um beijo

renata carneiro disse...

quero um amor desses pra mim, be.
deixe-se seduzir!

um beijo.

ErikaH Azzevedo disse...

Dialogos assim nos deixam mis leves pq nos enchem de suspiros.

Que bonito amar assim, doce e serenamente.

bjos

Erikah

Maria disse...

*suspiros*

Daniela Falcone disse...

Bem Vander Lee mesmo *-*

Anônimo disse...

8 *s

andressa disse...

q lindooo,quero um amor assim *-*