sábado, 26 de dezembro de 2009

PRA VOCÊ

.

Hoje sentei frente à minha velha janela e lembrei de todo bem que você me faz. Mas fiquei ali, imóvel, sem saber oque fazer. Mandei uns sinais pelo vento, de todo coração, de olhos fechados e rezando para que você receba. Construir um castelo junto, não é coisa pouca. Só que não consigo sustentar sozinha. Volta pra cá, você vai se machucar brincando com serpentes, o você que eu conheço não faz sentido longe daqui, muito menos sentido faz, aventurando-se em terrenos escorregadios e traiçoeiros. Quem sou para dizer isso? Sou aquela que você faz sorrir, mesmo quando isso parece impossível.

*
[quem vai tocar essa música no castelo, agora?]
*

Um comentário:

- gabi. disse...

-


Meus parabéns, esse blog é maravilhoso! Tive até que criar uma conta aqui, pra te acenter uma estrela! *-* hahaha!
Não sei quem é você, mais imagino que seja exatamente como eu.
Com um romantismo dos pés a cabeça. Tanto no interior quanto no exterior.
Eu tenho aquela coisa de esperar um principe, e .. sou feita de sonhos!
E olha, esse seu blog me emociona em cada poema em cada foto.
Considero como se fosse um cantinho meu, já que adoro a lua, adoro as estrelas, então .. eu viajo aqui!
Visito todos os dias, e não canso de reler cada poema, tenho vários em meu diário, porque expressam muito tudo o que eu sinto!

Do fundo do coração,
meus parabéns!

um beijo, princesa!