sábado, 31 de outubro de 2009

O DOBRO DO AMOR

Era meia noite. Para variar, estava junto á janela. Despedia-me da noite e de você. E aí, aconteceu de novo. Outra estrela cadente, linda, branquinha caiu bem diante dos meus olhos. Nada de alucinação, nem acréscimos etílicos. De verdade, mesmo. Minha reação faz-me rir. Eu solto aquele _OH!, de quem não está acreditando no que está vendo. Sabe como é? Ah, sim! esqueci que você não sabe. Esquece. O fato é que não considero isso normal. Se em minha vida toda, vi umas cinco ou seis estrelinhas cadentes, foi muito. Nesse mês, no entanto, é a segunda. Tudo bem que hoje em dia eu vivo com os olhos pregados no céu, especialmente à noite. Procuro alguma coisa, mas não sei definir exatamente oquê. Creio que algum tipo de comunicação mágica, porque afinal, o mesmo céu que me abraça, abraça à todos os que amo. Abraça VOCÊ, que no fundo é quem eu busco todas as noites no meu céu. Nas estrelas que vejo, nos sonhos que me ambalam, nas músicas, nas imagens, no canto dos pássaros, em cada partícula invisível de ar. Eu te respiro todo e inteiro. Sou seu satélite, sabia? Giro em sua órbita infinitamente, mesmo sem saber se você me vê. Ou me sente. Ou me quer por perto. Por isso procuro fazer silêncio. Vou te contar uma coisa: eu adoro esse meu particular. Você é o meu mundo secreto. Com isso, conclui-se que devo adorar você, não é?... em público e em particular. Sabe, quando fui até a janela nessa noite, fui tão rapidinho, apenas para dar aquela olhadinha, desenhar um coração na janela e deitar. Estava tão ligada à você, queria deitar logo para sonhar nossos sonhos. Como se você soubesse, e estivesse com aquela estrelinha na mão, pronto para mandá-la pra mim, eu mal apareci na janela, e aconteceu. Foi bonito demais. Foi como um beijo de amor de noite e corpo inteiros. Preciso agradecer aos céus por essa magia que me cerca, e agradecer por ter você de alguma forma, acrescentando estrelas na minha noite, e paixão à minha existência cor de rosa. Beijos, Amor.

*

3 comentários:

Gian Fabra disse...

amores secretos, estrelas cadentes
e você na janela...

[suspiros]

MMaria disse...

lindo demais... terminei a leitura com um suspiro !

∂ιкα ♥ disse...

que lindo texto! *-*