domingo, 9 de agosto de 2009

s a u d a d e

Senti tantas saudades hoje.
Saudade do meu pai, que era quem mais me fazia sentir dentro de algo seguro,
no mundo.
Saudade da minha Vó Ju, que me chamava de betininha, mesmo depois de eu
já não ser mais uma menina. Ela tinha o abraço mais fofo do mundo.
Saudades da minha amiga Val, que está longe.
Saudade do meu amigo Marcio, que me abandonou.
Saudade dos tempos em que morávamos todos juntos, e éramos crianças.
Saudade de coisas importantes, que saem da órbita dos romancezinhos
que só servem
para roubar o foco do que realmente importa no vida.
Saudade dos tempos que não usava Internet.
Saudade de ser eu mesma, sem me importar com o que os outros pensam.
Saudades, Saudades,Saudades.

Tô exausta de tudo!

*

2 comentários:

Biba disse...

A saudade traz mesmo uma exaustão. Semana passada eu estive como você. Igualzinha. Bom saber que não estamos sós e que outros também sentem saudades assim.

Beijo
Carpe Diem!

katia spagnol disse...

Quando tens a proposta de colocar post em que tu escreves sobre tua vida
teu passado, tuas verdades...deixas seu mundo estrelado mais encantador.
(((a exaustão é uma proposta para a mudança)))

Beijo.O

Spag