terça-feira, 12 de maio de 2009

Por que não?

Quando
muito
foi tanto,

mas o tanto
virou pouco,
ou quase nada,

é hora de mudar,
buscar outros mares
nunca antes navegados.



É hora de
colocar todos os
sonhos cor-de-rosa
na mala,
e recomeçar.

*

3 comentários:

a primeira estrela disse...

ótimo texto!rubens,ele é muito bom,adoro ler ele mas prefiro caio f. abreu :***

a primeira estrela disse...

é verdade,mas talvez a gente não navegue em diferentes mares porque pode haver algum monstro nas profundesas marítimas :*

Bia disse...

Caio Fernando é único e incompável, sem dúvida.
Esse pequeno texto, no entanto, não poderia se comparar realmente. Escrevi eu mesma, eu e minhas sensações momentâneas.

Monstro de profundezas marítimas, ... é pequena estrela, é possível que você tenha razão. Como saber, não é?

Obrigada por vc estar sempre presente por aqui.Saiba, és muito bem vinda.

Beijocas

*