sábado, 25 de abril de 2009

(...)

Deslizo ao teu lado sobre as águas.
Deslizo sobre teu peito como vento.
Deslizo e apago meu nome das areias.
Desço do elefante
e passeio à beira d'água.


Às vezes, me esqueço de ti,
às vezes, te ouço.
Estou ao teu lado, mesmo aqui.


(Thereza Christina da Motta)


MESMO AQUI


*

Um comentário:

Anônimo disse...

Lindo lugar, moça!

Trouxe uma estrela para enfeitar seu cantinho.


Etc. e Tal...