domingo, 7 de dezembro de 2008

Com o vento...

Eu
cá por mim,
eu ando tranquilo com o vento comigo.
_ é bem. Sou teu amigo. Brisa a te soprar n'ouvido - sombra é nuvem - sobra-
e, como toda, tende a passar. O vento não. E eu sou com ele o fixo movimento
constante e irregular. Impulsionando os corpos, ares e mares, manhãs, marés;
por onde olhar, onde estiver...

A LUA
linda brilha lé em cima de noite. Vem
ME COCHICHA
que é lhe cuidar o meu fazer
que é de lhe amar esse viver.
QUE TUDO HÁ
( e não é à toa toada alguma senão, por fim)
PRA VER VOCÊ
o céu e as flores. Até o vago que é só um espaço
é um espaço pro'cê preencher.


Gustaf Yeratot
(pessoa mais que especial, do incrível blog TRANC_AGE)


*

2 comentários:

R.Vinicius disse...

Gostei das linhas. Não conheço o Blog do teu amigo, irei por lá caminhar um pouco, não tarde voltarei aqui.

Abraço,

R.Vinicius

Ana Luisa disse...

Que saudade de vir aqui ler um pouquinho de vc.

Adorei esse texto, tão expressivo mas tão leve..!

Grande beijo, ok.
:)