sábado, 2 de agosto de 2008

Urgentemente

Quanta coisa me falta. Aliás, tudo que mais encanta, me falta. Falta-me uma pitada de tudo que faz a diferença. Falta-me densidade, substância, marca. Tenho demais o que não importa. De menos, o que define. Esse saldo é patético. Preciso ir ás compras!

6 comentários:

Ana Luisa disse...

Ahhh lindona!!!
Que lindo seu espaço...adorei!! É delicado mas marcante.
Foi ótimo encontrar Dani Cabrera (Do amor que sinto)aqui...minha amiga pessoal, sabia? Amo essa manina.

Bom...voltarei semmmmmpre.

Grande beijo.
(Vou te linkar)

Pequena Kah disse...

Adoro seu blog de verdade, o jeito como vc escreve é encantador, tão leve de amarras e ao mesmo tempo tão espontâneo e delicado.

Adoro de verdade.

Um beijo com carinho.

joao p. guedes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joao p. guedes disse...

Eis uma crônica abreviada com inteligência e exuberante no propósito alegórico, caracterizando a fuga da arte subjetiva sendo preenchida por artefactos pululados na refregante arena do mercado.

Parabéns.

Caróu Penna; disse...

aproveite e me traga uma dose de carinho.

dani cabrera disse...

Duvido que teu saldo seja negativo!
Pra você pode até ser cansaço de si, para qualquer outra alma desavisada, deve ser loucura e insensibilidade.

Se a tua escrita descreve o que você é na íntegra... acho que quem precisa ir às compras sou eu. rs


Beijos!!!