quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Idéia Miúda


Adoro a idéia de Infinito.
Mesmo com os riscos,
com as adjacências que igualmente se perpetuam.
Pensar no Infinito é um troço inquietante. Se de fato, tudo é Infinito, deveríamos fazer conexões mentais mais inteligentes, não? Ligação com o que queremos como Infinito em nossa Vida.
Mais Alegria, por exemplo.
Mais Amor, mais parceria.
Tem alguma coisa na Bíblia que fala sobre "vigiarmos", mantermos o candeeiro acesso, pois não sabemos a Hora. A hora?
_ é, a Hora. A Hora de nos esbarrarmos com algo muito bom, e estarmos prontos , atentos, aptos à receber esse algo bom. Ir além de desejar, estar de fato ligado ao fio prata do nosso ideal de existência. Um Amor?... por que não? Uma viagem longa, uma oportunidade excepcional, um chopinho com os melhores amigos, o livro certo, a partida, a chegada. Infinitas são também as Possibilidades. Boas ou não, escolhe-se. Não somos reféns. Prefiro pensar que não.
Além do mais, não é adorável a idéia de que algo maravilhoso está zanzando pelo Infinito pronto para esbarrar com você? Pelo sim, pelo não, vou acender meu candeeiro.
.

7 comentários:

Pequena Kah disse...

Pelo sim, pelo não, vou acender meu candeeiro. (2)

Belo texto.

joao p. guedes disse...

Saudações, Be,

Considero interessante sua elucubração sobre o Infinito, essa medida que se perde largamente do domínio do ser pretensamente racional. Mas, em boa hora da dialética, percebo que nem tudo é infinito, pois há o fenômeno da transformação, do devenir das formas e dos sentimentos que gera o novo, outro ponto de partida com o exaurimento da circunstância ou conjuntura antecedente que se deixou pertencer aos efeitos da finitude.

Ao lado dessa noção, há o vezo do homem de se sentir fictamente garantido pela força da eternidade. Essa idéia nos presume seres dotados de eternidade porque debruçamos nossos sonhos no amanhã.

Bia disse...

João,
é só uma idéia miúda,
sem intenções prolongadas.
Um estado ilusório,
ou não.

De qualquer forma,
valeu por tê-lo por perto.

Me, Myself and I disse...

Um show , assim poderia descrever , o que vi e li em cada canto por aqui .
A sensibilidade explícita e o Amor contido , textos escritos com a pena cravada no coração.
Assim , dessa forma quando acendeu seu candeeiro , a intensa luz chegou aqui , do outro lado a tela , na parte mais alta do céu , aqui sim junto das estrelas ...onde fiquei por um tempo enquanto te lia ....

Beijo

O Profeta disse...

Errantes sentires percorrem
Este corpo nu de calor
Queda-se a vontade ao vento
Neste deserto de verde amor

Ai este grito contido
É lava rubra em minha garganta
Pio de pássaro preso às penas
Uma reza a fugir de alma santa


Boas férias


Mágico beijo

dani cabrera disse...

Maravilhoso é saber que o que é teu está a caminho como um pedaço de ferro à caminho do imã. Isso é demais. Saber que o teu alguém, ainda não encontrado, vaga pelo mundo sozinho - e o melhor: te procurando! - em cólicas, é terrivelmente maravilhoso! Chega dar uma euforia desesperada, uma felicidade, uma esperança... Ufa!

Acendamos nossos candeeiros!

Beijos!

Bia disse...

Dani,
teu entusiasmo é contagiante,
tu é uma Alma linda e cheia de empolgação. Puxa, como isso é bonito!

Acendamos sim,
Kah, Dani, Jo, todos nós,
vai ficar lindo.