terça-feira, 22 de julho de 2008

Doce demais, doçura!

Agora me explica como isso funciona. Você separa o seu melhor, oferece suas sentimentalidades embrulhadas em pura delicadeza, acrescenta pitadas e mais pitadas de afetividades de todas as cores e sabores, pede aos céus os sons mais divinos para acompanhar sua entrega, e não obstante, repassa mil vezes todas as possibilidades de mais acréscimos de lindeza, sutileza, feminilidade, doçura, carinho, e depois de muito avaliar, acha até que está tudo muito encantador. Aí, ele olha pra você e diz:
_tá doce demais pro meu gosto.

Então tá.

*

2 comentários:

dani cabrera disse...

rs...

Lindo demais B!
E também um mixto de trágico com engraçado! rs

Comigo às vezes acontece também. Ainda bem que não sou a única! Acabo de perceber que "acontece nas melhores histórias de amor". rs

Um beijo imenso!!!

("B" de quê?)

Pequena Kah disse...

Putz, ao ler seu texto me recordei de algumas coisinhas que passei nesse sentido. Não sei se é pra rir ou chorar.

Beijinhos.